botânica imaginária

composição iniciada à mão, figuras de múltiplas faces que dividem a tarefa de preservar a sabedoria do baobá, árvore de origem africana onde, tradicionalmente, alguns povos se reuniam para contar suas histórias, as famílias se reuniam para ouvir sobre seu povo, religião, filosofia. em tempos de seca, para matar a sede, furava-se o tronco bojudo do baobá e dele bebiam sua água. uma das figuras em posição de guarda proteje o galho forte e velho (tom de branco, tal como o cabelo humano. as outras duas se dividem em cuidados de vigilância e iluminação do pequeno ramo, nova geração que dará continuidade com os novos conhecimetos de nosso tempo. colorização no illustrator, colagens de imagens de fundo no photoshop.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s